Luana Costa divulga nota de pesar pela morte do radialista Chico Arara

Ainda consternada com o falecimento do amigo Chico Arara, radialista e escritor bastante conhecido em São João dos Patos e região, a ex-deputada federal Luana Costa (PSC-MA), emitiu nota de pesar lamentando a perda do profissional de comunicação.

“Chico Arara foi um amigo e incansável divulgador de nossas ações enquanto parlamentar federal e por esta razão não poderíamos deixar de fazer esta justa homenagem, valorizando o profissional e homem que nos deixa. Quero neste momento enviar minhas condolências a todos os familiares de Chico Arara, assim como a todos os seus ouvintes. São João dos Patos perdeu uma voz que defendia seus interesses”, disse Luana Costa.

Em todas as suas visitas a São João dos Patos, a ex-parlamentar foi entrevistada pelo radialista Chico Arara, momentos em que ela pode repassar para os ouvintes sobre suas ações em prol do município, como a destinação e liberação de emendas em benefício da comunidade, assim como sua luta pela finalização do sistema de abastecimento de água do município, uma obra que teve verbas liberadas pelo ex-deputado federal Ribamar Alves (seu esposo).

Chico Arara, Flávio BGN, Luana Costa e Ribamar Alves

Henrique Augusto de Miranda, o Chico Arara, 52 anos, faleceu no último domingo (03/02), por volta das 18:40 horas na UPA, onde estava internado deste às 4:00h. Chico passou mal e foi levado a Unidade de Pronto Atendimento, onde permanecia entubado e sob coma induzido, respirando com ajuda de aparelhos, infelizmente não resistiu e faleceu.

Chico era reconhecido como um grande poeta popular, lançou um livro e atualmente apresentava dois programas na Rádio Sertão FM, um jornalístico das 11:30 às 12:00h, e outro dedicado ao Rei Riberto Carlos das 12:00 às 13:00h.

Sua carreira no rádio iniciou ao meu lado (Henrique Sampaio) na década de 1990, na então Rádio Boa Esperança, sendo comentarista esportivo num programa diário, que ia ao ar de segunda a sexta e das jornadas esportivas.

Arara nasceu em Nova Iorque em 06 de junho de 1966, mas adotou São João dos Patos como sua terra de coração. Ele deixa a esposa e dois filhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

%d blogueiros gostam disto: