Tropas do Exército chegam ao Maranhão para reforçar segurança nas eleições

Um grupo de militares do Exército Brasileiro aterrissou na tarde desta quinta-feira (4) no Aeroporto Internacional Marechal Hugo da Cunha Machado, em São Luís. Ao todo, o reforço conta com 120 homens vindos de Macapá (AP). Mais tropas estão em deslocamento, por terra, de Belém-PA em direção ao Maranhão.

Os militares que chegaram vão se unir às tropas locais e serão distribuídos pelos 72 municípios maranhenses até as 18h desta sexta-feira (5). O trabalho do exército no reforço da segurança das eleições está previsto para terminar na segunda-feira (8).

De acordo com o comandante do 24ª Batalhão de Infantaria de Selva (BIS), Marcus Vinícius, até o fim da apuração dos votos, o efetivo de 300 militares estará nas ruas de São Luís e São José de Ribamar, na Região Metropolitana.

Em todas as cidades, as forças estaduais de segurança vão atuar em regime de plantão. O pedido de reforço federal foi aprovado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e depois encaminhado ao Ministério da Defesa.

Segurança

Tropas federais foram autorizadas pelo Tribunal Superior Eleitoral a atuar em 72 municípios do estado, obedecendo rigorosamente à legislação vigente e à orientação do escalão superior, não podendo, no entanto, reprimir ou disciplinar a propaganda político-partidária, organizar filas, manusear urnas ou distribuir senhas, muito menos atender decisões que regulamentem o funcionamento de locais de diversão ou de estabelecimentos comerciais. Também não podem prender ou deter, nem permitir, a prisão de membros de mesas receptoras de votos, de fiscais de partidos ou de candidatos no exercício de suas funções, ressalvados os casos de flagrante delito. O comandante Marcus Vinícius (24º BIS) explicou que as tropas só obedecerão ordens por escrito e coerentes com a missão eleitoral ou expressamente autorizadas pelo comando superior.

Do Exército, especificamente do Comando do Norte (Maranhão, Macapá e Pará), serão cerca de 600 militares no total, a maioria do 24º BIS, sediado no Maranhão.

Outros números

Da Polícia Militar serão quase 8 mil homens, com equipes de helicópteros em 3 cidades (São Luís, Imperatriz e Presidente Dutra) e de pronto emprego, entre outros batalhões.

Do Corpo de Bombeiros, que cuidam da guarda das urnas eletrônicas nas cidades que compõem a grande ilha (São Luís, Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar) e ainda naquelas onde existem unidades da corporação, serão 240 apenas em São Luís.

Das polícias civil e federal, os números oficiais ainda não foram apresentados ao TRE-MA, mas eles também compõem o aparato de segurança previsto para trabalhar nas eleições.

 

Com informações: g1ma. Foto: Mano Costa / TV Mirante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

%d blogueiros gostam disto: